Plácido Aderaldo Castelo, ex-prefeito de Fortaleza e governador do Ceará

Plácido Aderaldo Castelo nasceu a 11/01/1906 em Mombaça, Ceará. Filho de João Fernandes Castelo e Antonina Aderaldo Castelo. Faleceu em Fortaleza a 17/06/1979. Ocupou os cargos de prefeito de Fortaleza e governador do Ceará.

Plácido era filho de João Fernandes Castelo, prefeito de Mombaça em 1935, e Antonina Aderaldo Castelo, sobrinha-neta do Barão de São Leonardo.

Resultado de imagem para plácido aderaldo castelo

Plácido Aderaldo Castelo

Advogado. Graduado em Ciências Jurídicas e Sociais pela Faculdade de Direito do Ceará em 1930, tendo sido orador da turma e presidente do Centro Acadêmico Clóvis Beviláqua da referida casa de ensino superior.

placido-castelo

Plácido Aderaldo Castelo

Exerceu a carreira jornalística nos jornais “Correio do Ceará”, “Gazeta de Notícias” e “O Nordeste”. Fundador do panfleto “A Farpa”, do Instituto Educacional, da Escola Normal de Juazeiro do Norte, do Clube Recreativo e da Cooperativa de Juazeiro do Norte.

Desenvolveu atividades docentes como professor do Colégio Cearense, da Escola de Comércio Fênix Caixeiral, do Instituto São Luís, do Colégio Nogueira, da Escola de Aprendizes e Artífices, livre docente da cadeira de Instituições do Direito Público da Faculdade de Ciências Econômicas da Universidade Federal do Ceará e catedrático de História Administrativa do Ceará e do Brasil, na Escola de Administração Pública.

Na área jurídica, exerceu a Promotoria de Justiça das Comarcas de Quixadá e Fortaleza. Em Juazeiro do Norte, atuou como Juiz Municipal. Conselheiro Vitalício do Tribunal de Contas do Estado e foi Procurador Judicial do Estado do Ceará.

Como político, teve uma trajetória das mais brilhantes na história do nosso Estado. Deputado Constituinte em 1935, elegeu-se Deputado Estadual para os mandatos de 1951 (suplência), 1955, 1959 (suplência) e 1963.

Plácido era filho de João Fernandes Castelo, prefeito de Mombaça em 1935, e Antonina Aderaldo Castelo, sobrinha-neta do Barão de São Leonardo.

Exerceu os cargos de 1º secretário e 2º vice-presidente do Poder Legislativo Estadual.

Ocupou os cargos de Secretário de Agricultura e Obras Públicas e Secretário da Fazenda do Estado.

Fundou e exerceu a previdência do Instituto de Previdência do Estado do Ceará – IPEC.

Foi Prefeito da cidade de Fortaleza. Governador do Estado do Ceará no período de 1966 a 1971.

Realizou, no exercício da governadoria do Estado, um expressivo conjunto de obras, dentre as quais podemos destacar:

Construção do Instituto Penal Paulo Sarasate, da “Estrada do Algodão”, da “Estrada Litorânea” e da estrada que liga o Cariri a BR-116;

Criação do Instituto de Prevenção do Câncer, do Hospital São José, do Museu de Aquiraz, da Escola Agrícola de Mombaça, da Estação Rodoviária de Fortaleza;

Criação do Tribunal de Contas dos Municípios;

Ampliação do sistema de energia elétrica do Estado, levando esse benefício a mais de cem cidades do Ceará, da rede de agências do Banco do Estado do Ceará; do sistema de telecomunicações que passou a atender a um maior número de cidades interioranas, e da rede escolar estadual, através da criação de dezenas de escolas do primeiro, segundo e terceiro graus.

Plácido Aderaldo Castelo, quando governador,  foi o responsável por dar início à construção de um estádio olímpico em Fortaleza. Em 1968, foi criada a Federação de Assistência Desportiva do Estado do Ceará (FADEC), para coordenar os trabalhos.

Representou o Estado do Ceará na 1ª Assembléia Geral do Conselho Brasileiro de Geografia e Estatística, no Rio de Janeiro. Orador das delegações participantes da instalação do Itamaraty, no Ministério das Relações Exteriores, em Brasília.

Membro da Academia Cearense de Letras, da Academia de Letras Jurídicas do Ceará; do Instituto Histórico do Ceará; do Instituto do Nordeste; da Sociedade Brasileira para a Conservação do Solo; da Ordem dos Advogados do Brasil, Secção do Ceará, da qual foi presidente; benemérito da Fênix Caixeiral; honorário da Associação dos ex-Combatentes e de vários outros clubes de serviços, entre os quais o Lions Clube de Mombaça e de Boa Viagem.
Agraciado com o título de cidadão de vários municípios do Ceará, recebeu, também o Troféu Sereia de Ouro. Detentor dos títulos de Cidadão Honorário de New Orleans e “Honory Sanzero” no Salt River Project, ambos nos Estados Unidos da América do Norte.

livro historia do ceará 1970 plácido aderaldo castelo.

História do Ensino no Ceará, Plácido Aderaldo Castelo

Publicou Açudes, canais de irrigação, poços e outros serviços contra as secas (1936), O barão de São Leonardo (1942), Problemas agropecuários do Ceará (1957), História política do Ceará (1963) e História do ensino no Ceará (1970).

Faleceu aos 73 anos de idade, vítima de enfisema pulmonar, deixando 13 filhos.

Considerado uma legenda de simplicidade, honradez, competência e probidade na história política cearense, foi casado com a sra. Joana Freire Castelo, deixando uma prole de doze descendentes, que hoje atuam com destaque em várias áreas da nossa comunidade.

Em 11 de janeiro de 2002, através de eleição realizada pelo Conselho Comunitário de Defesa Social de Mombaça (C.C.D.S.), Plácido Aderaldo Castelo foi eleito o “Mombacense do Século XX”.

Fontes:Deputados Estaduais: 13ª legislatura, 1951-1954. Fortaleza: INESP, 1998. p. 186-189; mariapereiraweb; Wikipédia; Instituto de Saúde dos Servidores do Ceará; Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil

Você pode ajudar a Enciclopédia Nordeste a expandir este texto nos enviando fotos, ilustrações e informações para contato@onordeste.com

Deixe seu comentário!