O NORDESTE / Enciclopédia Nordeste / Lucas Evangelista

Pesquisar em ordem alfabética

A B C D E F G H I J K LM N O P Q R S T U V W Y X Z
  • L

Lucas Santtana

  • Tamanho da letra

    Diminuir o tamanho da letraAumentar o tamanho da letra
  • Imprimir

    Imprimir
  • Enviar por e-mail

    Enviar por e-mail
Voltar
Lucas Santtana, cantor e compositor

Lucas Santtana
Lucas Mascarenhas Santana
 18/10/1970 Salvador, Bahia


Biografia

Cantor. Compositor.

Filho de produtor de discos e shows e ex-coordenador de produção e diretor artístico da Philips entre 1975 e 1981.

Sobrinho do compositor e cantor Tom Zé.

Desde pequeno conviveu com vários artistas do cenário nacional, devido aos contatos musicais de seu pai.


Dados Artísticos

Em 1993, foi morar na Gávea, Zona Sul do Rio de Janeiro.

Como flautista, trabalhou com o compositor baiano Gerônimo, até que Caetano Veloso e Gilberto Gil, o chamaram para participar da gravação de "Baião atemporal" no disco "Tropicália 2", em 1993. Logo depois, entrou para a banda Unplugged MTV, de Gilberto Gil.

Ainda na década de 1990, Marisa Monte e Daniela Mercury gravaram algumas composições de sua autoria.

No ano 2000, lançou pela Natasha Records seu primeiro disco, "Eletro bem Dodô", bem aceito pela crítica especializada, ganhando destaque nos jornais Folha de São Paulo, O Globo e O Dia.

Em 2002 o disco foi indicado pelo jornal New York Times como um dos 10 discos independentes daquele ano e logo depois foi lançado no Japão.

No ano de 2003, ao lado do grupo Cabeça, fez o penúltimo show do "Projeto Humaitá pra peixe - Piracema, O movimento dos peixes contra a maré na época da desova", no Espaço Cultural Sérgio Porto, no Rio de Janeiro e em parceria com Plínio Gomes "Profeta", montou o evento "Superestéro", no qual receberam os convidados Xis (Rapper) René (Rapper cubano) e David Moraes (guitarrista filho de Moraes Moreira). Neste mesmo ano lançou o CD "Parada de Lucas". O CD foi inspirado na obra do geógrafo e sociólogo baiano Milton Santos (autor de ’Pobreza urbana’ e ’Pensando o espaço do homem’, entre outros livros). Neste disco incluiu "Quando você e eu", "Tática de machine", "Reggae party" (Bob Marley e Lee Perry), "Teclado Cássio vulgar" (c/ Quito Ribeiro), "Cigarro Colomy" (Gerônimo e Dito), "Lycra limão" (c/ Quito Ribeiro), esta composição integrou a trilha sonora do filme "Deus é brasileiro", "Eu @ com você" e "Samba cubano", em parceria com Plínio Profeta, também produtor do disco.

No ano de 2006 lançou o "3 sessions in a greenhouse" por seu Selo Digionois. Produzido por Buguinha Dub (técnico de som do grupo Nação Zumbi) e pelo próprio Lucas Santtana o disco contou com várias participações especiais, entre as quais a de Tom Zé (tio de Lucas) na faixa "Ogodô ano 2000", de autoria de Tom Zé. Também foram incluídas no trabalho outras composições de Lucas Santtana, entre elas "Pela orla dos velhos tempos". O show de lançamento, com o cantor acompanhado pela banda Seleção Natural, aconteceu no Teatro Odisséia (na Lapa), dentro da "Festa Ronca Ronca", um dos principais eventos de música no Rio de Janeiro.

Em 2007, ao lado da banda paulista Hurtmold e a da banda inglesa Magic Numbers, participou do "Festival Indie Rock", no Circo Voador, no Rio de Janeiro. Na ocasião foi acompanhado pela banda Seleção Natural.

Tem várias composições gravadas por Fernanda Abreu, Marisa Monte e Daniela Mercury.


Obra

De coletivo ou de metrô
Deixe o sol bater
Domingo no Candeal
Eu @ com você
Itapuã @ no 2000
Lycra limão (c/ Quito Ribeiro)
Quando você e eu
Samba cubano (c/ Plínio Profeta)
Tática de machine
Teclado Cássio vulgar


Discografia

(2006) 3 sessions in a greenhouse • Selo Digionois • CD
(2003) Parada de Lucas • Natasha Records • CD
(2000) Eletro bem Dodô • Natasha Records • CD


Shows

Xis, Bené e David Moraes). Melt, RJ. (2003)
Projeto Humaitá pra peixe - Piracema, O movimento dos peixes contra a maré na época da desova. Espaço Cultural Sérgio Porto, RJ.
Projeto Technomacumba. Rita Ribeiro convida Lucas Santtana. Ballroom, RJ.
Show "3 sessions in a greenhouse". Lucas Santtana e banda Seleção Natural. Teatro Odisséia, RJ.
Lucas Santtana e Seleção Natural. Festival Indie Rock. Circo Voador, RJ.


Bibliografia Crítica

ALBIN, Ricardo Cravo. Dicionário Houaiss Ilustrado Música Popular Brasileira - Criação e Supervisão Geral Ricardo Cravo Albin. Rio de Janeiro: Instituto Antônio Houaiss, Instituto Cultural Cravo Albin e Editora Paracatu, 2006.
AMARAL, Euclides. Alguns Aspectos da MPB. Rio de Janeiro: Edição do Autor, 2008. 2ª ed. Esteio Editora, 2010.


Fonte: dicionariompb


Siga www.onordeste.com pelo Twitter

LUCAS SANTTANA

Palavras-chave: