Pesquisar em todos os Blogs
Voltar

16.12.2011

São Francisco tem a maior renda do país

  • Tamanho da letra

    Diminuir o tamanho da letraAumentar o tamanho da letra
  • Imprimir

    Imprimir
  • Enviar por e-mail

    Enviar por e-mail
  • 0 Comentário

    Comentários

O município de São Francisco do Conde apresentou o maior PIB per capita do Brasil  em 2009, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, IBGE. O município tem um PIB per capita de R$ 360.815,83, segundo destacou o órgão, que avaliou que a indústria petroquímica exerce grande peso na economia municipal. O segundo lugar ficou com Porto Real, no estado do Rio de Janeiro, com R$ 215.506,46.
 
O IBGE ressaltou que neste município, especificamente, a indústria automotiva é o grande eixo econômico. Já o terceiro município na lista dos que possuem maior renda percapta do Brasil é Triunfo, que está localizado na região metropolitana de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, com R$ 211.964,79 e também tem em comum com o município baiano a indústria petroquímica como marca econômica.
 
A publicação do PIB municipal de 2009 foi apresentada ontem pelo IBGE e ainda de acordo com a pesquisa, menos de 15% dos municípios brasileiros têm PIB per capita maior do que o PIB per capita brasileiro de R$16.918,00 e pelo menos metade dos municípios no Brasil têm PIB per capita menor do que R$ 8.395,00 e três quartos dos municípios no país possuem PIB per capita menor do que R$ 13.317.
 
  Segundo o coordenador de disseminação de informações do IBGE, Joilson Rodrigues de Souza, a pesquisa destaca a produção de riquezas e o PIB per capta dos municípios brasileiros. "O PIB é um indicador macroeconômico que trata da capacidade de geração de riquezas dos municípios e permite analisar o dinamismo econômico, levando em consideração as principais atividades econômicas", cita.
           
A publicação do IBGE detectou o peso do agronegócio. Em 2009, cerca de 188 municípios agregavam aproximadamente 25% do valor adicionado bruto da agropecuária do Brasil, enquanto 655 municípios agregavam apenas 1%.
 
O município de Rio Verde, em Goías, se destacou como grande produtor de soja, milho e sorgo, além da criação de aves, suínos e bovinos, e obteve o maior valor adicionado bruto da atividade agropecuária no país em 2009 com R$ 676,2 milhões, seguido do município baiano de São Desidério, com R$ 662,5 milhões, e foi o maior produtor de algodão herbáceo do país e também grande produtor de soja e milho.
 
Camaçari é o segundo
A análise estadual também apontou São Francisco do Conde como o maior PIB percapta da Bahia com R$ 360.815,83, seguido de Camaçari, com R$ 51.837,56, Candeias, na terceira posição teve R$ 39.471,86; a quarta colocação no ranking PIB percapta ficou com Luis Eduardo Magalhães e R$ 36.274,41; São Desidério aparece na quinta colocação com R$ 35.657, a sexta está com Mucuri, com R$ 28.424,56, a sétima com Cairu R$ 27.773,10.
 
O município de Simões Filho responde por um PIB percapta de R$ 25.786, seguido de Formosa do Rio Preto com R$ 24.070,32 e Dias D"Àvila com R$ 22.879,93.
 
A capital do estado, Salvador, está na 26ª posição com PIB percapta de R$ 10.948,50. Quando entra em cena o peso do PIB dos municípios, a situação muda de figura. Salvador aparece na primeira colocação com quase R$ 33 bilhões. "Salvador registrou crescimento de 6% no período. O segundo município com maior PIB é Camaçari com R$ 12,1 bilhões.
 
O que observamos é a predominância da área de serviços em Salvador, respondendo por 70% da atividade econômica municipal, ao passo que os municípios de Camaçari, Candeias e São Francisco do Conde têm sua economia pautada na indústria petroquímica.

Fonte: Tribuna da Bahia

Palavras-chave: Economia, Bahia

Comentários

Deixe seu comentário

Nome:

E-mail:

URL:

Twitter:

Comentário

Voltar